Virando a Mesa – Filme monótonomo como os passos de uma tartaruga!

0
632 visitas

Virando a Mesa
(Just Add Water)

Elenco: Danny DeVito, Dylan Walsh, Tracy Middendorf, Katey Sagal, Jonah Hill, Justin Long.
Direção: Hart Bochner
Gênero: Comédia Romântica ?
Duração: 95 min.
Ano: 2008

Eu achei que fosse comédia, tanto que fiquei preparado para rir quase o filme todo… E quando vi que a história caminhava para o final, tive certeza de que tinha perdido meu tempo.

A história narra a vida de Ray (Dylan Walsh), um homem pacato que vive numa cidadezinha pobre da Califórnia. Sua mulher é paranóica e tem síndrome do pânico. Seu filho parece ter um parafuso a menos e sua vizinhança é composta por viciados e vagabundos.

Além de Ray, somente Nora, a dona do único mercado da cidade, parece ter juízo perfeito. (obviamente formarão o par romântico).

O inicio do filme mostra os infortúnios na vida de Ray, como a morte de sua mãe e sua irmã, as afrontas do líder da gangue que domina a cidade e a descoberta de que sua mulher é amante de seu irmão.

Após esses desastres, Ray decide agir e o enredo traz a sua mensagem: “Que devemos sonhar grande e lutar para fazer com que as coisas mudem para melhor!”

Conversa para boi dormir! A porcaria do “American Dream”, o sonho americano…

Sempre a mesma estória hollywoodiana: O personagem principal se dá bem no final após uma série de acontecimentos irreais que nos lembra os contos de fadas. Só falta ter o velho chavão: “E viveram felizes para sempre!”

O filme é frustrante, cansativo e o desfecho é medíocre.

“Virando a Mesa”, mais um daqueles filmes hollywoodianos para nunca mais ser lembrado.

Artigos Relacionados:

COMPARTILHAR
Artigo anteriorBackup das Contas do Outlook
Próximo artigoPixel – Resolução – MegaPixel

Patrick Wilson tem 33 anos, é Professor de Ciências Tecnológicas na PUC /SP.
Fascinado por tecnologia, futebol e tudo o que acontece no dia-a-dia e que valha ser compartilhado na Web.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar!
Digite seu nome!