Paraguaçu Paulista continua combatendo o mosquito da Dengue



O município de Paraguaçu Paulista vem se tornando referência para outros municípios e recebido elogios da Sucen pelo trabalho que vem sendo realizado no combate do mosquito da dengue. Josué Campos Sena um dos responsáveis pela equipe de vetores do Departamento de Saúde, contou como vem sendo realizado esse trabalho vitorioso.

O município de Paraguaçu Paulista vem se tornando referência para outros municípios e recebido elogios da Sucen pelo trabalho que vem sendo realizado no combate do mosquito da dengue. Josué Campos Sena um dos responsáveis pela equipe de vetores do Departamento de Saúde, contou como vem sendo realizado esse trabalho vitorioso.

RadiAtiva/Folha da Estância: Como o trabalho de combate à dengue vem sendo realizado em Paraguaçu?

Josué Campos Sena: Felizmente nós estamos conseguindo desenvolver um trabalho de excelência no combate à dengue no nosso município. Graças à visão e responsabilidade administrativa do nosso prefeito Carlos Arruda Garms, conseguimos montar uma equipe eficaz e temos tido êxito no combate à Dengue.

RA/FE: Consta que esse trabalho, inclusive, vem recebendo elogios de órgãos do governo, como a Sucen. Isso é verdade?

Josué: Sim, felizmente Paraguaçu hoje é referência na região no que se diz respeito ao combate de dengue; a Prefeitura Municipal, através do Departamento de Saúde, tem investido ao máximo no combate do mosquito da dengue, inclusive realizando um trabalho preventivo de alto nível. Graças às armadilhas que foram instaladas em toda a cidade, temos obtido resultados eficazes no combate ao Aedes Aegypti, porque ela nos oferta dados preciosos no direcionamento das ações. Com isso temos conseguido, felizmente, realizar um trabalho sustentável no combate dessa doença.

RA/FE: É sabido que o auxílio da população no combate ao mosquito é fundamental. Qual é a atuação da população de Paraguaçu?

Josué: A população tem se demonstrado muito participativa; no início do mês de dezembro nós fomos ao Jornal Folha da Estância externar a nossa preocupação quanto à infestação, que estava crescente, e pedimos a colaboração da população. Fomos compreendidos e atendidos pela população, que vem participando do trabalho juntamente com a equipe de vetores.  A partir de então, conseguimos abaixar esse índice de infestação de forma assustadora. Hoje nós contamos com uma infestação baixa, mas não podemos nos descuidar: temos que manter a vigilância para que ela permaneça dessa forma, principalmente no mês de janeiro quando, geralmente, é grande a incidência de chuvas, o que complica nosso trabalho. A população de Paraguaçu está de parabéns, tem atendido bem os agentes de Saúde em suas casas e sua parceria conosco está possibilitando-nos  desenvolver um trabalho eficaz ao combate à dengue.

RA/FE: É importante que a população tenha consciência de que ela deve se cuidar e se prevenir contra a dengue durante o ano inteiro?

Josué: Sim, o combate a dengue tem que ser contínuo e intenso. Todos os dias, principalmente após a chuva, temos que dar uma olhadinha no quintal, sem entretanto nos esquecer dos outros focos possíveis de proliferação do mosquito: nós temos encontrado muito focos em caixa d’água, em calhas entupidas, dentro das próprias residências  em sifões de pias, ralos de banheiro. Assim, é importante que a população continue redobrando os cuidados e esses cuidados devem ser diários, tem que adotar essas práticas preventivas diariamente e ficar atentos também nesse período de férias, quando as viagens são mais constantes. Se visitar uma região onde é grande a transmissão da doença, é importante que, ao retornar fiquem atento aos sintomas: febre muito alta seguida de dores de cabeça, nas articulações, dores profundas nos olhos, alguns manifestam manchas avermelhadas pelo corpo. Ao primeiro sintoma, procure uma Unidade de Saúde, evitando  tomar qualquer tipo de medicamento para que esse quadro não se agrave ainda mais.

RA/FE: O município de Paraguaçu foi um dos pioneiros na utilização das armadilhas. Em 2009 esse trabalho vai continuar?

Josué: Sim, em 2009 nós continuaremos com as armadilhas porque elas nos ofertaram dados que nos permitiram  direcionar nossas ações, fazendo um trabalho eficaz no combate do mosquito da dengue. O município é pioneiro e muitos municípios estão com os olhos voltados para Paraguaçu, pretendendo aderir às armadilhas. O ideal é que todos os municípios atuem preventivamente contra a doença, porque, se Paraguaçu fizer a prevenção e os outros municípios vizinhos não fizerem, poderemos ter a transmissão da doença da mesma forma.

What's Your Reaction?

Angry Angry
0
Angry
Fail Fail
0
Fail
Geeky Geeky
0
Geeky
Lol Lol
0
Lol
Love Love
0
Love
OMG OMG
0
OMG
Scary Scary
0
Scary
Win Win
0
Win
WTF WTF
0
WTF
Patrick Wilson
Patrick Wilson tem 33 anos, é Professor de Ciências Tecnológicas na PUC /SP. Fascinado por tecnologia, futebol e tudo o que acontece no dia-a-dia e que valha ser compartilhado na Web.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraguaçu Paulista continua combatendo o mosquito da Dengue

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format