O Perigo da Castração Química para o Animal

2
1.143 visitas

Está sendo lançado, pelo Centro de Planejamento de Natalidade Animal – de que eu nunca tinha ouvido falar – um novo método de castração para cães machos, tido como a solução para conter a superpopulação de cães abandonados.

Trata-se de uma injeção à base de derivados de zinco que destrói as células que produzem os espermatozóides, tornando o animal estéril.

Agora pasmem! – é aplicada nos dois testículos do cão, sem qualquer preparo, pré ou pós-operatório, sem anestesia, analgésico ou tranquilizante. E para ser 99% eficaz, são necessárias duas aplicações!
Segundo a médica veterinária Maria José de Freitas, diretora do CPNA, “a aplicação é rápida e não é dolorosa. O máximo que ocorre é um “leve desconforto” e inchaço que desaparecem em algumas horas. Não temos observado dores intensas.”, diz ela.

Afirma também, que o custo das injeções de zinco é bem menor – cerca de 20% do valor de uma castração convencional realizada numa clínica veterinária, mas sem o conforto e cuidados que todo animal merece, é claro.

Minha preocupação está justamente aí. Por ser mais barata, essa injeção, com certeza, vai ser usada, indiscriminadamente, nos cães abandonados e recolhidos em abrigos e em lojas de produtos veterinários, por pessoas despreparadas. Mais uma vez, a vítima, a cobaia, será aquele cão, já tão sofrido e mal amado. Por certo você não vai permitir que isso aconteça com seu amigo, não é? Ou vai?

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu não concordo com o comentário acima, digo que já observei a aplicação do produto e realmente o animal não demonstra normalmente sentir dor durante a aplicação, mas pelo que sei é recomendado o uso de um analgésico após a aplicação.
    A comercialização de um produto desse tipo não será indiscriminada, provavelmente apenas os profissionais da área poderão adquiri-lo.
    É fácil criticar e fazer comentários como o do texto acima, o difícil é tentar criar alternativas para quem sabe um dia obtermos um controle efetivo da população de cães e gatos.
    Acho que a intenção e idéia do infertile é apenas uma alternativa, por sinal uma ótima idéia!

  2. Dr.Enzo

    O que o Sr quer dizer com normalmente não sente dor.
    Eu não sou um cão, mas sei que até mesmo uma vacina quando mal aplicada causa dor. Imagine, então, uma agulha penetrando nos testiculos do animal.
    E quem nos garante, que a longo prazo este medicamento não cause algum efeito colateral, como um possível tumor.
    Por favor leia na Internet os comentários a respeito deste produto e entenda o porque da indignação de muitos.
    Outra coisa, quando do lançamento do Infertile (03/2009) foram distribuidas várias doses à Prefeituras e ONG`s sem nenhum critério, com a única preocupação de divulgar o quanto antes o tal produto.
    O controle da população animal é sim muito necessária, mas devemos nos preocupar também com o bem estar deles, não é mesmo?
    Eles já sofrem muito abandonados pelas ruas ou amontoados em abrigos etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar!
Digite seu nome!