Home / Notícias / Mahmoud Ahmadinejad, um pseudo-líder de uma Nação…

Mahmoud Ahmadinejad, um pseudo-líder de uma Nação…

ahmadinejad

Quando tudo parece complicado… a crise, a Coréia do Norte, O Índio Boliviano, o Chávez Venezuelano… Surge mais um para querer melar qualquer esperança de paz no mundo – se é que alguém ainda acredita nisso.

Falo aqui do presidente do Irã que foi imensamente infeliz ao discursar na conferência sobre racismo da ONU em Genebra. Mahmoud Ahmadinejad que nunca escondeu de ninguém o ódio aos judeus, disse em seu discurso que Israel é um estado racista, assim como criticou a Inglaterra e os Estados Unidos pelo protecionismo ao país hebreu, após a Segunda Guerra Mundial.

Não entrando no mérito sobre se o presidente está certo ou errado – a arrogância com a qual Israel age na faixa de Gaza, nos faz refletir – o fato é que numa conferência cujo propósito era debater sobre o racismo no mundo não poderia ser usada para atingir inimigos políticos.

Há tantas tensões no mundo que qualquer fagulha em local errado pode explodir um paiol de ódio, ganância, desejo de vingança. O pronunciamento do presidente iraniano foi tão inútil quanto aos discursos imbecis de Hugo Chavez sobre Bush – sim, o ex-presidente dos EUA é um idiota completo, porém com agressões verbais nada se resolve, senão aumentam as crises diplomáticas e a ira entre as nações.

Detalhe: Minhas palavras indelicadas não entram em contradição com a minha opinião, afinal aqui é um site e não uma cúpula política.

Sobre Patrick Wilson

Patrick Wilson tem 33 anos, é Professor de Ciências Tecnológicas na PUC /SP. Fascinado por tecnologia, futebol e tudo o que acontece no dia-a-dia e que valha ser compartilhado na Web.

Veja Também

Marina Silva Falece em Recife, defendendo o Pastor Feliciano

Marina Silva morreu politicamente hoje, dia 15 de maio, vítima dela mesma. Expirou de mãos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *