Informações de privacidade para recursos de instalação e Declaração de privacidade do Windows 7 para recursos de instalação

0
2.595 visitas

Informações de privacidade para recursos de instalação

Declaração de privacidade do Windows 7 para recursos de instalação

A Microsoft tem o compromisso de proteger sua privacidade e, ao mesmo tempo, oferecer software que forneça o desempenho, a potência e a conveniência que você deseja encontrar quando trabalha com computadores. Esta declaração de privacidade explica as práticas de coleta de dados e uso de alguns recursos que afetam a privacidade e sobre as quais você pode tomar decisões ao instalar e configurar o Windows 7 (“Recursos de Instalação”): Ativação, Recuperação de Informações de Dispositivos, Serviço de Relatório de Erros da Microsoft, Filtro do SmartScreen, Update Services, Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário do Windows, Windows Defender e Ajuda do Windows.

Com seu consentimento, esses recursos podem enviar informações para e da Internet quando você estiver instalando e configurando o Windows 7. Essa declaração se concentra nos recursos de instalação e configuração do Windows 7 que se comunicam com a Internet. Ele não se aplica a outros sites, produtos ou serviços, online ou offline, da Microsoft.

Os administradores podem usar a Diretiva de Grupo para modificar diversas configurações dos recursos descritos abaixo. Para obter mais informações sobre práticas de coleta de dados e de uso do Windows 7 e como os administradores podem controlar essas configurações, consulte o white paper em:

http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=148050

Você está vendo esta declaração de privacidade porque talvez não tenha acesso à Internet durante a instalação do Windows 7. Para obter uma declaração de privacidade mais abrangente deste software, consulte a Declaração de Privacidade do Windows 7 online em:

http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=104288

Coleta e uso de suas informações

As informações pessoais que coletamos de você serão usadas pela Microsoft e suas afiliadas e subsidiárias controladas para habilitar os recursos que você usa e fornecer os serviços ou realizar as transações que você solicitou ou autorizou. As informações também podem ser usadas para analisar e aperfeiçoar os produtos e serviços da Microsoft.

Exceto conforme descrito nesta declaração, as informações pessoais fornecidas não serão transferidas para terceiros sem seu consentimento. Ocasionalmente contratamos outras empresas para fornecer serviços limitados em nosso nome, como realização de análises estatísticas. Somente forneceremos a essas empresas as informações pessoais de que precisam para executar o serviço; tais empresas são proibidas de usar essas informações para outros fins.

A Microsoft pode acessar ou revelar informações suas, incluindo o conteúdo das suas comunicações, para: (a) cumprir a lei ou responder a solicitações ou processos legais; (b) proteger os direitos ou a propriedade da Microsoft ou de seus clientes, incluindo a aplicação dos acordos ou das diretivas que governam o uso do software; ou (c) agir de boa fé se acreditar que o acesso ou a divulgação são necesários para proteger a segurança pessoal dos funcionários e dos clientes da Microsoft ou do público.

As informações coletadas pela Microsoft ou enviadas à Microsoft pelo Windows 7 podem ser armazenadas e processadas nos Estados Unidos ou em qualquer outro país no qual a Microsoft ou suas afiliadas, subsidiárias ou provedores de serviço tenham instalações. A Microsoft segue os princípios de “safe harbor” (porto seguro) estabelecidos pelo Departamento de Comércio dos EUA para coleta, uso e retenção de dados oriundos da União Europeia.

Coleta e uso de informações sobre o computador

Quando você usa software cm recursos habilitados para a Internet, as informações sobre o computador (“informações padrão do computador”) são enviadas para sites que você visita e serviços online que você usa. Informações padrão do computador geralmente incluem informações, como seu endereço IP, versão do sistema operacional, versão do navegador e configurações regionais e de idioma. Em alguns casos, elas também podem incluir identificações de hardware, que indicam o fabricante, o nome e a versão do dispositivo. Se determinado recurso ou serviço enviar informações para a Microsoft, também serão enviadas as informações padrão do computador.

Os detalhes de privacidade de cada recurso, serviço ou software da instalação do Windows 7 nas informações de privacidade complementares listadas a seguir descrevem quais informações adicionais são coletadas e como são usadas.

Segurança de informações

A Microsoft tem o compromisso de ajudar a proteger a segurança das suas informações. Usamos vários procedimentos e tecnologias de segurança para ajudar a proteger suas informações contra acesso, uso ou divulgação não autorizados. Por exemplo, armazenamos em sistemas de computadores com acesso limitado, localizados em instalações controladas, as informações fornecidas por você. Ao transmitirmos informações altamente confidenciais (como um número de cartão de crédito ou uma senha) através da Internet, protegemos essas informações por meio de criptografia, como o protocolo SSL.

Para obter mais informações

A Microsoft agradece seus comentários com relação a esta declaração de privacidade. Se você tiver dúvidas sobre esta declaração ou se achar que não a estamos cumprindo, contate-nos enviando suas perguntas online para o feedback sobre privacidade em:.

http://go.microsoft.com/?LinkId=9634754

Windows 7 Privacy Statement for Installation Features
c/o Microsoft Privacy
Microsoft Corporation
One Microsoft Way
Redmond, Washington 98052 EUA

Recursos de instalação

Ativação

Função do recurso

A Ativação ajuda a reduzir a falsificação de software, garantindo que os clientes da Microsoft recebam softwares com a qualidade esperada. Assim que o software é ativado, uma chave do produto (Product Key) específica é associada ao computador (o hardware) no qual foi instalado. Essa associação impede que a chave do produto (Producy Key) seja usada para ativar a mesma cópia do software em vários computadores. Algumas alterações no software ou nos componentes do computador talvez exijam a reativação do software.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Durante a ativação, as informações sobre a chave do produto (Product Key) são enviadas para a Microsoft, como:

* O código de produto da Microsoft, que é um código de cinco dígitos que identifica o produto Windows 7 que você está ativando.

* Uma identificação de canal ou um código de site, que identifica onde você obteve o produto Windows 7. Por exemplo, ele identifica se o produto foi vendido no varejo, se é uma cópia de avaliação, se está sujeito a um programa de licenciamento por volume, se foi pré-instalado pelo fabricante do computador, etc.

* A data da instalação.

* Informações que ajudam a confirmar que as informações da chave do produto (Product Key) não foi alterada.

Se for licenciar o Windows 7 com base em uma assinatura, também serão enviadas informações sobre como funciona sua assinatura.

A ativação também envia para a Microsoft um número gerado pela configuração de hardware do computador. O número não representa qualquer informação pessoal nem informações sobre o software. Ele não pode ser usado para determinar a marca ou o modelo do computador nem pode ser calculado para determinar qualquer informação adicional sobre o computador. Algumas configurações adicionais do idioma são coletadas juntamente com as informações padrão do computador.

Uso das informações

A Microsoft usa as informações para confirmar se você tem uma cópia licenciada do software e para confirmar se você está qualificado para determinados programas de suporte. Ele também é coletado para análise estatística. A Microsoft não usa as informações para identificar ou entrar em contato com você.

Opção e controle

A ativação é obrigatória e deve ser concluída dentro de um período de cortesia predefinido. Se você optar por não ativar o software, não poderá usá-lo após o vencimento do período de cortesia. Se você não tiver uma licença válida para o software, não poderá ativá-lo.

Recuperação de Informações sobre Dispositivo

Função do recurso

A Recuperação de Informações sobre Dispositivo baixa informações da Microsoft sobre seus dispositivos de hardware, como o fabricante, a descrição e uma imagem do dispositivo, e as exibe para você.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Para recuperar informações relevantes sobre dispositivos, esse recurso envia dados para a Microsoft, inclusive a ID do dispositivo (por exemplo, a ID de Hardware ou a ID do Modelo do dispositivo que você está usando), sua localidade e a data em que as informações do dispositivo foram atualizadas pela última vez. As informações sobre o dispositivo baixadas para o computador podem incluir o nome do modelo, a descrição, o logotipo do fabricante do dispositivo e tarefas relacionadas ao dispositivo.

Uso das informações

As informações coletadas são usadas para ajudar a baixar informações relevantes sobre dispositivos. Nenhuma informação enviada é usada para identificar ou contatar você.

Opção e controle

Se você escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, você ativará a Recuperação de Informações sobre Dispositivos. Você pode desativar este recurso em Dispositivos e Impressoras no Painel de Controle, clicando com o botão direito no ícone do computador e, em seguida, clicando em Configurações de Instalação do Dispositivo. Selecione “Não, deixe-me escolher o que fazer” e desmarque a caixa de seleção “Substituir ícones de dispositivo genéricos por ícones avançados”.

Serviço de Relatório de Erros da Microsoft

Função do recurso

O Serviço de Relatórios de Erros da Microsoft ajuda a Microsoft e os parceiros da Microsoft a diagnosticar problemas no software que você usa e a fornecer soluções. Nem todos os problemas têm solução, mas, quando há soluções disponíveis, elas são oferecidas como etapas para solucionar o problema relatado ou como atualizações a serem instaladas. Para ajudar a evitar problemas e a tornar o software mais confiável, algumas soluções também são incluídas nos service packs e nas futuras versões do software.

O Serviço de Relatório de Erros da Microsoft também oferece o Reparo de Instalação, um serviço de relatório de erros que pode ser executado durante a instalação do Windows se ocorrer um problema.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Vários softwares da Microsoft, incluindo o Windows 7, foram criados para interagir com o serviço de relatório. Se ocorrer um problema em um desses softwares, você poderá ser perguntado se deseja relatá-lo.  Se você hospedar máquinas virtuais que usem um sistema operacional Windows, os relatórios gerados pelo sistema operacional Windows para o Serviço de Relatórios de Erro da Microsoft podem incluir informações sobre as máquinas virtuais.

O serviço de relatório coleta informações úteis para diagnosticar e resolver o problema ocorrido, como:

* Onde ocorreu o problema no software ou no hardware

* O tipo de gravidade do problema

* Arquivos que ajudam a descrever o problema

* Informações básicas sobre software e hardware

* Possíveis problemas de compatibilidade e desempenho de softwares

Esses relatórios podem conter informações pessoais, sem intenção. Por exemplo, um relatório que contenha um instantâneo da memória do computador pode incluir seu nome, parte de um documento no qual você estava trabalhando ou dados enviados recentemente a um site.

Se um relatório puder conter esse tipo de informação, o Windows perguntará se você deseja enviar essas informações, mesmo se você tiver habilitado o envio automático de relatórios por meio da opção “Configurações recomendadas” na instalação ou no Painel de Controle. Dessa forma, você terá a oportunidade de analisar o relatório antes de enviá-lo à Microsoft. Os relatórios que incluem arquivos e dados podem ser armazenados no computador até que você possa analisá-los e enviá-los, ou após eles serem enviados.

Se um relatório de erro contiver informações pessoais, elas não serão usadas pela Microsoft para identificar ou contatar você. Além disso, se você habilitar o envio automático de relatórios pela opção “Configurações recomendadas” na instalação ou no Painel de Controle, o serviço de relatórios enviará automaticamente informações básicas sobre onde os problemas ocorrem, mas esses relatórios não terão os detalhes descritos acima.

Após enviar um relatório, o serviço de envio de relatórios pode perguntar mais informações sobre o erro. Se você decidir fornecer seu número de telefone ou endereço de email nessas informações, o relatório de erro conterá informações de identificação pessoal. A Microsoft poderá contatá-lo para solicitar informações adicionais que ajudem a resolver o problema relatado.

O Serviço de Relatórios de Erro da Microsoft gera um GUID que é armazenado no computador e enviado com os relatórios para identificar com exclusividade esse computador. O GUID é um número gerado aleatoriamente; ele não contém nenhuma informação pessoal e não é usado para identificar você. Nós usamos o GUID para determinar a abrangência dos comentários recebidos e como priorizá-los. Por exemplo, o GUID permite que a Microsoft faça a distinção entre um cliente que tem o mesmo problema cem vezes e cem clientes que têm o mesmo problema uma vez.

Uso das informações

A Microsoft usa informações sobre erros e problemas para aperfeiçoar os produtos e serviços da Microsoft, assim como softwares e hardwares de terceiros projetados para uso com esses produtos e serviços. Funcionários, prestadores de serviços, fornecedores e parceiros da Microsoft poderão ter acesso às informações coletadas pelos serviços de relatório. No entanto, eles usarão as informações somente para corrigir ou aperfeiçoar produtos e serviços da Microsoft e softwares e hardwares de terceiros projetados para serem usados com esses produtos e serviços.

A Microsoft pode compartilhar informações agregadas sobre erros e problemas. A Microsoft usa informações agregadas para análise estatística. As informações agregadas não contêm informações específicas dos relatórios individuais nem inclui informações pessoais ou confidenciais que possam ter sido coletadas em um relatório.

Opção e controle

Caso você escolha as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, informações básicas sobre erros serão enviadas automaticamente para a Microsoft. Se um relatório mais detalhado for necessário, você será solicitado a analisá-lo antes que ele seja enviado. Essa configuração pode ser alterada a qualquer momento na Central de Ações no Painel de Controle.

Para obter mais informações, consulte a declaração de privacidade online do Serviço de Relatório de Erros da Microsoft em:

http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=50163

Filtro do SmartScreen

Função do recurso

O Filtro do SmartScreen é um recurso do Internet Explorer que foi criado para avisar você sobre sites perigosos que fingem ser sites confiáveis (phishing) ou que contêm ameaças para o computador. Se você aceitar o Filtro do SmartScreen, ele primeiramente comparará o endereço do site que você está visitando com uma lista que está armazenada no computador e contém endereços de sites de tráfego intenso que a Microsoft acredita serem legítimos. Os endereços que não estiverem na lista local e os endereços de arquivos baixados serão enviados para a Microsoft e comparados a uma lista frequentemente atualizada de sites e downloads relatados para a Microsoft como não seguros ou suspeitos. Você também pode optar por usar o Filtro do SmartScreen manualmente para verificar sites individuais com a Microsoft.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Quando você usar o Filtro do SmartScreen para verificar sites manual ou automaticamente, o endereço do site visitado será enviado para a Microsoft, juntamente com informações padrão do computador e o número da versão do Filtro do SmartScreen. Para ajudar a proteger sua privacidade, as informações enviadas à Microsoft são criptografadas.

É possível que informações que podem ser associadas ao endereço, como termos de pesquisa ou dados inseridos em formulários, sejam incluídas. Por exemplo, se você visitou o site de pesquisa Microsoft.com em http://search.microsoft.com e inseriu “Seattle” como termo de pesquisa, o endereço completo http://search.microsoft.com/results.aspx?q=Seattle&qsc0=0&SearchBtn0=Search&FORM=QBMH1&l=1 será enviado. As cadeias de caracteres de endereço podem, inadvertidamente, conter informações pessoais, mas essas informações, assim como as outras informações enviadas, não serão usadas para identificar ou contatar você nem para enviar anúncios. Além disso, sempre que possível a Microsoft filtra cadeias de caracteres de endereço para tentar remover informações pessoais.

Periodicamente, informações sobre como você utiliza o Filtro do SmartScreen serão enviadas à Microsoft; por exemplo, a hora e o número total de sites visitados desde a primeira vez que um endereço é enviado à Microsoft para análise. Algumas informações sobre arquivos baixados da web, como o nome e o caminho do arquivo, também poderão ser enviadas à Microsoft. É possível que determinados endereços de sites enviados à Microsoft sejam armazenados juntamente com informações adicionais, inclusive a versão do navegador da web, a versão do sistema operacional, a versão do Filtro do SmartScreen, o idioma do navegador e dados que informam se o Modo de Exibição de Compatibilidade do Internet Explorer estava habilitado para o site. Um identificador exclusivo gerado pelo Internet Explorer também será enviado. O identificador exclusivo é um número gerado aleatoriamente que não contém nenhuma informação pessoal e não é usado para identificar você. Essa informação, bem como as informações descritas acima, só será usada para analisar o desempenho e aprimorar a qualidade de nossos produtos e serviços.

Você também pode usar o Filtro do SmartScreen para denunciar sites perigosos à Microsoft. Quando você denuncia um site como perigoso, algumas informações são enviadas para a Microsoft, inclusive o endereço do site que você está denunciando e as informações de uso descritas acima.

Uso das informações

As informações descritas acima serão usadas para analisar o desempenho e aprimorar a qualidade de nossos produtos e serviços. A Microsoft não usará nenhuma informação coletada para identificar ou contatar você nem para enviar anúncios.

Opção e controle

Se escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, você ativará a verificação automática de sites com o Filtro do SmartScreen. Você também pode ativar ou desativar o Filtro do SmartScreen no Internet Explorer.

1.    No Internet Explorer, clique no botão Segurança e em Filtro do SmartScreen.

2.    Clique em Ativar Filtro do SmartScreen ou em Desativar Filtro do SmartScreen.

Update Services

Função do recurso

O Update Services do Windows inclui o Windows Update e o Microsoft Update:

*     Windows Update é um serviço que fornece atualizações de software para softwares do Windows e outros softwares de suporte, como drivers fornecidos por fabricantes de dispositivos.

*     Microsoft Update é um serviço que fornece atualizações de software para softwares do Windows, bem como para outros softwares da Microsoft, como o Microsoft Office.

O recurso Update Services pode mostrar periodicamente notificações detalhadas sobre novos softwares da Microsoft e atualizações específicas que você pode instalar manualmente. Algumas atualizações que estão disponíveis por meio desses serviços de atualização só podem ser obtidas por usuários que tenham validado que estão executando uma cópia original do Windows 7. A validação de software original da Microsoft é coberta por uma declaração de privacidade separada que pode ser lida em:

http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=83561

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

O Update Services coleta informações sobre seu computador que nos permitem operar e melhorar os serviços, como:

* Os softwares da Microsoft e outros softwares de suporte (por exemplo, drivers fornecidos por fabricantes de dispositivos) instalados no seu computador para os quais o Update Services tenha atualizações disponíveis. Isso nos ajuda a determinar quais atualizações são adequadas para você.

* Suas opções de configuração do Windows Update e/ou do Microsoft Update, como por exemplo, se você quer que as atualizações sejam baixadas ou instaladas automaticamente.

* Os êxitos, falhas e erros que ocorrem quando você acessa e usa o Update Services.

* Os números de identificação Plug and Play dos dispositivos de hardware – um código atribuído pelo fabricante do dispositivo que identifica o dispositivo (por exemplo, um determinado tipo de teclado).

* Identificador Global Exclusivo (GUID) – um número gerado aleatoriamente que não contém nenhuma informação pessoal. GUIDs são usados para identificar computadores individuais sem identificar o usuário.

* Nome, número da revisão e data da revisão do BIOS – informações sobre o conjunto de rotinas de software que testam o hardware, iniciam o sistema operacional no computador e transferem dados entre os dispositivos de hardware conectados ao computador.

* Identificação do Produto – o identificador exclusivo de licença de produto incluído em todos os produtos da Microsoft.

* Chave do Produto – a cadeia de números e caracteres que acompanha todos os produtos da Microsoft, geralmente inserida por você durante a instalação para instalar um produto com êxito.

Você pode usar o Update Services indo para o Windows Update no Painel de Controle e verificando se há atualizações ou alterando as configurações para permitir que o Windows instale as atualizações automaticamente quando elas forem disponibilizadas (recomendado). Dentro do recurso Windows Update, você pode optar pelo Microsoft Update.

Uso das informações

Os dados enviados para a Microsoft são usados para operar e manter o Update Services. Eles também são usados para gerar estatísticas agregadas que nos ajudam a analisar tendências e aprimorar nossos produtos e serviços, inclusive o Update Services.

Para gerar estatísticas agregadas, o Update Services usa o GUID coletado para rastrear e registrar o número de computadores individuais que usam Update Services e para determinar se o download e a instalação de atualizações específicas foram bem ou malsucedidos. O Update Services registra o GUID do computador que tentou fazer o download e a instalação, a identificação do item que foi solicitado, se as atualizações estavam disponíveis e informações padrão do computador.

Atualizações Necessárias

Se você ativar o Update Services, para que ele funcione corretamente, alguns componentes de software do sistema que formem ou estejam diretamente relacionados ao Update Services precisarão ser atualizados periodicamente. Essas atualizações deverão ser executadas antes que o serviço possa verificar, baixar ou instalar outras atualizações. Essas atualizações necessárias corrigem erros, fornecem melhoras contínuas e mantêm a compatibilidade com os servidores da Microsoft que oferecem suporte ao serviço. Se o Update Services for desativado, você não receberá essas atualizações.

Cookies/Tokens

Um token é semelhante a um cookie. Ele armazena informações em um arquivo pequeno que é colocado no disco rígido pelo servidor do Update Services e é usado quando o computador se conecta ao servidor do Update Services para manter uma conexão válida. Ele é armazenado apenas no computador, e não no servidor. Esse cookie/token contém informações (como hora da última verificação) para poder encontrar as atualizações disponíveis mais recentemente. Ele contém informações para gerenciar qual conteúdo deve ser baixado para o computador e quando isto deve acontecer, bem como um GUID para identificar o seu computador para o servidor.

As informações presentes no conteúdo do cookie/token são criptografadas pelo servidor (com exceção do tempo de expiração do cookie/token). O cookie/token não é um cookie de navegador, portanto, não pode ser controlado com as configurações do navegador. O cookie/token não pode ser removido; porém, se você não usar o Update Services, o cookie/token não será usado.

Sobre as pesquisas

Ocasionalmente, você pode ser convidado para participar de uma pesquisa sobre a maneira como você usa o Windows Update ou o Microsoft Update Services.  Cada pesquisa inclui uma declaração de privacidade que detalha a maneira como a Microsoft irá usar as informações enviadas com ela.

Opção e controle

O Update Services será ativado se você escolher uma das seguintes configurações: (i) Instalar atualizações automaticamente; (ii) Baixar atualizações, mas deixar-me escolher se quero instalá-las; ou (iii) Verificar atualizações, mas deixar-me escolher se quero baixá-las e instalá-las. O serviço Windows Update é ativado e definido como “Instalar atualizações automaticamente” quando você escolhe a opção recomendada durante a instalação do Windows.

Se você ativar o Update Services, independentemente da configuração escolhida, as atualizações necessárias para alguns componentes do serviço serão baixadas e instaladas automaticamente sem aviso prévio. Caso prefira não receber atualizações necessárias, desative o Update Services.

Você também pode escolher se deseja verificar ou instalar automaticamente atualizações Importantes e Recomendadas para o seu computador ou somente atualizações Importantes. Atualizações Opcionais ou Apresentadas nunca são instaladas automaticamente. Para alterar suas configurações do Update Services após a instalação do Windows, clique em Iniciar, em Todos os Programas, em Windows Update, e em Alterar configurações. Para desativar o Update Services (incluindo atualizações necessárias), selecione Nunca verificar atualizações.

Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário do Windows (CEIP)

Função do recurso

Se você optar por participar do Windows CEIP, a Microsoft irá coletar informações básicas sobre como você usa os programas, sobre o seu computador, sobre dispositivos conectados e sobre o Windows 7. Também coletamos informações sobre como cada um é configurado e executado. Quando você participa, o CEIP também baixa periodicamente um arquivo para coletar informações sobre problemas que você possa ter com o Windows. Os relatórios do CEIP são enviados à Microsoft para ajudar a aperfeiçoar os recursos que nossos clientes usam com maior frequência e para criar soluções para problemas comuns. A Microsoft não usa as informações coletadas para identificar ou entrar em contato com você.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Os relatórios do CEIP geralmente incluem informações sobre:

*     Configuração, como a quantidade de processadores existentes no computador, o número de conexões de rede em uso, resoluções de tela para dispositivos de exibição e qual versão do Windows está sendo executada. Os relatórios também podem conter informações sobre a configuração, como a intensidade do sinal entre um computador e um dispositivo sem fio ou habilitado para Bluetooth, e se alguns recursos, como as conexões USB de alta velocidade, estão ativados.

*     Desempenho e confiabilidade, como a velocidade de resposta de um programa quando um botão é clicado, quantos problemas você tem com um programa ou dispositivo, e a velocidade de envio ou recebimento das informações através de uma conexão de rede.

*     Uso do programa, como os recursos que você mais utiliza, a frequência com que você abre programas, a frequência de uso da Ajuda e Suporte do Windows e quantas pastas você geralmente cria na área de trabalho.

Os relatórios do CEIP também contêm informações sobre eventos (dados do log de eventos) ocorridos no computador até sete dias antes de você decidir participar do CEIP. Como a maioria dos usuários decide participar do CEIP depois de alguns dias da configuração do Windows, a Microsoft usa essas informações para analisar e melhorar a configuração do Windows 7.

Essas informações são enviadas à Microsoft quando você está conectado à Internet. Os relatórios do CEIP não contêm informações de contato intencionalmente, como seu nome, endereço ou telefone; mas alguns relatórios podem conter inadvertidamente identificadores individuais, como um número de série de um dispositivo conectado ao computador. A Microsoft filtra as informações contidas nos relatórios do CEIP para tentar remover quaisquer identificadores individuais que esses relatórios possam conter. Na medida em que esses identificadores individuais são recebidos, a Microsoft não os utiliza para identificar ou entrar em contato com você.

O CEIP gera um GUID que é armazenado no computador e enviado com os relatórios do CEIP para identificar com exclusividade esse computador. O GUID é um número gerado aleatoriamente; ele não contém nenhuma informação pessoal e não é usado para identificar você.

O CEIP também baixa periodicamente um arquivo para coletar informações sobre problemas que você possa ter com o Windows. Esse arquivo permite que o Windows colete informações adicionais para ajudar a criar soluções para problemas comuns.

Uso das informações

A Microsoft usa as informações do CEIP para aperfeiçoar nossos softwares. Também podemos compartilhar informações do CEIP com parceiros da Microsoft para que eles possam aperfeiçoar seu software, mas as informações não podem ser utilizadas para identificar você. Nós usamos o GUID para determinar a abrangência dos comentários recebidos e como priorizá-los. Por exemplo, o GUID permite que a Microsoft faça a distinção entre um cliente que tem o mesmo problema cem vezes e cem clientes que têm o mesmo problema uma vez. A Microsoft não utiliza as informações coletadas pelo CEIP para identificar ou entrar em contato com você.

Opção e controle

Se você escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, você ativará o Windows CEIP. Se você optar por participar, o CEIP coletará as informações descritas anteriormente de todos os usuários em seu computador. Administradores podem ativar ou desativar o CEIP indo para a Central de Ações no Painel de Controle, clicando em Alterar configurações da Central de Ações, e em Configurações do Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário.

Para obter mais informações, consulte as perguntas frequentes sobre o Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário Microsoft online em:

http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=52095

Windows Defender

Função do recurso

O Windows Defender procura malware e outros software potencialmente indesejados no computador. Ele oferece duas formas de ajudar a impedir que malware e outros softwares potencialmente indesejados infectem o computador:

*     Proteção em tempo real. O Windows Defender alerta quando um malware ou software potencialmente indesejado tenta se instalar ou ser executado em seu computador. Ele também alerta caso os programas tentem alterar configurações importantes do Windows.

*     Opções de verificação. Você pode usar o Windows Defender para verificar se existe algum malware ou outro software potencialmente indesejado instalado no computador, agendar verificações regulares e remover automaticamente qualquer software mal-intencionado detectado durante uma verificação.

Se você escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, ativará a proteção em tempo real e a verificação automática do Windows Defender. O Windows Defender baixará e instalará automaticamente definições atualizadas antes da verificação e removerá o software com níveis graves de alerta que detectar durante a verificação. Você pode alterar essa configuração a qualquer momento usando as opções fornecidas no Windows Defender.

Windows Defender – recurso Microsoft SpyNet

Função do recurso

A comunidade anti-malware Microsoft SpyNet é uma comunidade internacional e voluntária de usuários do Windows Defender. Por meio da Microsoft SpyNet, os usuários podem relatar malware e outras formas de software potencialmente indesejado para a Microsoft. Ao instalar o Windows 7, você pode optar por ingressar na Microsoft SpyNet. Se você optar por ingressar, os relatórios sobre malware e software potencialmente indesejado serão enviados à Microsoft. O tipo de informação enviada nos relatórios depende de seu nível de associação na Microsoft SpyNet.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Os relatórios da Microsoft SpyNet incluem informações sobre os arquivos ou programas em questão, como nomes de arquivos, hashes criptográficos, fornecedores, tamanhos e registros automáticos de data. Além disso, a Microsoft SpyNet pode coletar URLs completas para indicar a origem do arquivo, que podem conter ocasionalmente informações pessoais como termos de pesquisa ou dados inseridos em formulários. Os relatórios também podem incluir as ações aplicadas quando o Windows Defender o notificou de que o software foi detectado. Os relatórios da Microsoft SpyNet incluem essas informações para ajudar a Microsoft a medir a eficiência da capacidade do Windows Defender de detectar e remover software mal-intencionado e potencialmente indesejado.

Os relatórios são enviados automaticamente para a Microsoft quando:

* O Windows Defender detecta software ou alterações no computador por software que ainda não teve os riscos analisados.

* Você aplicar ações ao software que o Windows Defender tenha detectado.

* O Windows Defender concluir uma verificação agendada e aplicar automaticamente ações ao software que detectar, conforme suas configurações.

A SpyNet pode coletar involuntariamente informações pessoais. Mesmo que a SpyNet colete quaisquer informações pessoais, a Microsoft não as usa para identificar ou entrar em contato com você.

Você pode ingressar na Microsoft SpyNet com uma associação básica ou avançada. Se você escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows, ingressará com uma associação básica. O relatório do membro básico contém as informações descritas acima. Os relatórios do membro avançado são mais abrangentes e podem, ocasionalmente, conter informações pessoais, como caminhos de arquivo e despejos parciais de memória. Esses relatórios, bem como relatórios de outros usuários do Windows Defender que estejam participando da Microsoft SpyNet, ajudam os pesquisadores a descobrir novas ameaças mais rapidamente. As definições de malware são criadas para os programas que atendem aos critérios de análise, e as definições atualizadas são disponibilizadas para todos os usuários pelo Windows Update.

Se você ingressar na Microsoft SpyNet com uma associação básica ou avançada, a Microsoft poderá solicitar um relatório de envio de amostra. Esse relatório contém arquivos específicos de seu computador que a Microsoft suspeita ser software potencialmente indesejado. O relatório é usado para análise posterior. Você terá sempre que confirmar o envio desse relatório de amostra à Microsoft.

Para ajudar a proteger sua privacidade, os relatórios enviados à Microsoft estão em forma criptografada.

Uso das informações

Os relatórios da Microsoft SpyNet são usados para aperfeiçoar os softwares e os serviços da Microsoft. Os relatórios também podem ser usados para fins estatísticos, de teste ou analíticos, bem como para geração de definições. Somente funcionários, prestadores de serviço, parceiros e fornecedores da Microsoft que possuam necessidade comercial de usar os relatórios terão acesso a eles.

Opção e controle

Se você escolher as configurações recomendadas, ingressará na Microsoft SpyNet com uma associação básica. Você pode ingressar ou sair da Microsoft SpyNet ou alterar seu nível de associação a qualquer momento. É possível ativar ou desativar a verificação automática e alterar a frequência e o tipo das verificações. Você também pode escolher as ações que serão automaticamente aplicadas ao software que o Windows Defender detectar durante uma verificação agendada.

Você pode alterar sua associação ou configurações da Microsoft SpyNet no menu Ferramentas do Windows Defender.

Windows Defender – recurso Histórico

Função do recurso

Esse recurso oferece uma lista de todos os programas no computador detectados pelo Windows Defender e as ações tomadas quando os programas foram detectados.

Além disso, você pode exibir uma lista de programas que o Windows Defender não monitora enquanto estão sendo executados em seu computador (Itens permitidos). Você também pode exibir programas que o Windows Defender impede de serem executados até você optar por removê-los ou permitir novamente a execução deles (Itens em quarentena).

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

A lista de softwares que o Windows Defender detecta, as ações que você e outros usuários executam e as ações que o Windows Defender executa automaticamente são armazenadas em seu computador. Todos os usuários podem exibir o histórico no Windows Defender para ver malware e outros softwares potencialmente indesejados que tenham tentado se instalar ou ser executados no computador, ou aos quais outro usuário deu permissão para execução. Por exemplo, se você souber de uma nova ameaça de malware, poderá consultar o histórico para ver se o Windows Defender a impediu de contaminar seu computador. O recurso Histórico não envia dados para a Microsoft.

Opção e controle

Listas do Histórico podem ser excluídas por um administrador.

Ajuda do Windows – Ajuda e Suporte Online do Windows

Função do recurso

A Ajuda e Suporte Online do Windows, quando ativada, permite pesquisar por conteúdo da ajuda online quando estiver conectado à Internet, oferecendo o conteúdo mais atualizado disponível.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

Quando você usa a Ajuda e Suporte Online do Windows, suas consultas de pesquisa são enviadas para a Microsoft, assim como qualquer classificação ou comentário que você escolha fornecer sobre os tópicos da ajuda apresentados a você. A Ajuda e Suporte Online do Windows não tem a intenção de coletar informações que possam ser usadas para sua identificação pessoal. Se você digitar informações desse tipo nas caixas de pesquisa ou de comentários, elas serão enviadas, mas a Microsoft não as utilizará para identificar ou entrar em contato com você.

Uso das informações

A Microsoft usa as informações para retornar tópicos da ajuda em resposta às suas consultas de pesquisa, para retornar resultados mais relevantes, para desenvolver novo conteúdo e para aprimorar o conteúdo existente.

Opção e controle

Se você escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, você ativará a Ajuda e Suporte Online do Windows. Se você não escolher as configurações recomendadas, terá a oportunidade de selecionar a Ajuda e Suporte Online do Windows na primeira vez em que usar a Ajuda e Suporte do Windows. Para alterar sua seleção posteriormente, abra a Ajuda e Suporte do Windows, clique no menu Opções e em Configurações; ou selecione Obter Ajuda online no menu na parte inferior da janela Ajuda.

Ajuda do Windows – Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda

Função do recurso

O Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda auxilia a Microsoft a identificar tendências pela forma como você usa a Ajuda, para que possamos melhorar os resultados de pesquisa e a relevância de nosso conteúdo. Você só pode participar do Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda se também optar por usar a Ajuda e Suporte Online do Windows.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas

O Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda envia à Microsoft informações sobre a versão do Windows que seu computador está executando e como você utiliza a Ajuda e Suporte Online do Windows, incluindo consultas inseridas ao pesquisar a Ajuda e Suporte Online do Windows.

O Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda gera um GUID que é armazenado no computador e enviado para a Microsoft com as informações descritas acima para identificar exclusivamente o seu computador. O GUID é um número gerado aleatoriamente; ele não contém nenhuma informação pessoal e não é usado para identificar você. O GUID é separado dos GUIDs criados para o Serviço de Relatório de Erros da Microsoft e para o Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário do Windows. Nós usamos o GUID para determinar a abrangência dos problemas recebidos e como priorizá-los. Por exemplo, o GUID permite que a Microsoft faça a distinção entre um cliente que tem o mesmo problema cem vezes e cem clientes que têm o mesmo problema uma vez.

Uso das informações

Os dados coletados são usados para identificar tendências e padrões de uso para que a Microsoft possa melhorar a qualidade do conteúdo fornecido e a relevância dos resultados de pesquisa. A Microsoft não usa as informações para entrar em contato ou identificar você.

Opção e controle

Se você escolher as configurações recomendadas durante a instalação do Windows 7, você ingressará no Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda. Você pode alterar suas configurações de participação abrindo a Ajuda e Suporte do Windows, clicando no menu Opções e em Configurações; ou selecionando Obter Ajuda online no menu na parte inferior da janela Ajuda. Observe que selecionar Obter Ajuda online nesse menu não faz com que você ingresse automaticamente no Programa de Aperfeiçoamento da Ajuda; é preciso ingressar por meio da opção Configurações. Se você não estiver inscrito, também terá a oportunidade de ingressar após enviar comentários.

 

Artigos Relacionados:

  • Related posts on Informática
  • Magic Bar: La tendencia de seguir cortando cables | Informática
  • Walther Morais – Um Bagual Corcoveador | PsyTech Informática
  • 3º Jornada Liga Zon Sagres Benfica 3-0 Vitoria De setubal 10/11 HD

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar!
Digite seu nome!