As Similaridades entre Robinho e Neymar

0
1.030 visitas

Neymar e Robinho começaram em times de futsal da Baixada, são vistos como referências da base do Santos, ambos de famílias humildes e adotaram o uniforme 7 do peixe. As coincidências não param por aí. Os dois foram acolhidos pelos mesmos “protetores”, formados por Zito, Betinho e Wagner Ribeiro.

Gerente de futebol do Santos, o ex-volante Zito foi quem assistiu a Robinho e Neymar durante o período na base. Betinho, por sua vez, era treinador de clubes de futsal da Baixada Santista e encaminhou ambos ao Santos, e o empresário de jogadores Wagner Ribeiro investiu na formação dos dois jogadores.

Apesar de tantas similaridades entre Robinho e Neymar, houve uma grande diferença na trajetória de ambos pela base santista. Enquanto sobrava tratamento VIP para Neymar, Robinho encontrou inúmeros obstáculos nas categorias de base, chegando a ser posto em uma lista de dispensa em 2000, dois anos antes de ganhar destaque no profissional.

“O técnico da base queria dispensar o Robinho porque ele era franzino. Mas não permiti que isso ocorresse. O Neymar também era magro, porém o tratamento foi outro. Ele sempre foi respeitado aqui no Santos”, declarou Wagner Ribeiro, ex-procurador de Robinho e atual agente de Neymar.

Robinho começou a receber salário de “estrela” somente em 2003, quando tinha 19 anos e um título brasileiro como profissional no currículo. Neymar recusou ofertas do Real Madrid e Chelsea na adolescência e já recebia salário de atleta de ponta quando defendia o sub-15 do Santos.

Descobridor de Neymar e Robinho quando eles atuavam no futsal, Betinho comenta as diferenças nos começos das ‘eras’ Robinho e Neymar no Santos.

“Eram poucos aqueles que acreditavam no Robinho, muito magrinho e que iniciou reforço de peso com 17 anos. O Neymar fazia reforço aos 13 anos. Com o Neymar o tratamento foi muito superior. O Robinho era ‘ofuscado’ pelo Diego e Bruno Moraes na base. Aprendemos muito com os erros cometidos com o Robinho, talvez seja por isso que o Neymar teve um tratamento tão cuidadoso no Santos”, comparou Betinho.

Betinho informa que não ganhou nenhum tostão do clube por ter levado as promessas à Vila, mas recebeu convite para comandar a base do Santos em 2004. Atualmente, trabalha como olheiro para Wagner Ribeiro. Neymar, aliás, foi indicação de Betinho para o agente.

“Diversas pessoas riram de mim afirmando que eu era o técnico que só havia revelado o Robinho e mais nada. Quando eu vi o Neymar pela primeira vez jogando, notei que havia descoberto um novo Robinho só pela forma como o Neymar conduzia a bola”, diz.

Robinho x Neymar

Neymar e Robinho são unânimes em apontar Zito como o dirigente que deu maior atenção no Santos. O bicampeão mundial pela seleção bancou a permanência do então desconhecido Robinho na Vila Belmiro. Robinho trata Zito como um “segundo pai”.

Com Neymar, Zito convenceu o garoto a largar o futsal do Santos para atuar nos campos, apostando no sucesso do jovem como atleta de futebol.

Sobre os estilos, Zito observa um Neymar “mais organizador”, frente a um Robinho “mais veloz nos dribles”.

“O Robinho é diferente do Neymar. O Robinho dribla em velocidade. É completamente diferente. O Neymar não é veloz, mas é muito técnico, arma muito bem o jogo. Creio que ele vá emplacar como meia-atacante. Ele é mais leve, não está bem estruturado fisicamente ainda. Acredito que ele dará muitas alegrias à torcida”.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorShows do Oasis no Brasil
Próximo artigoJade Goody, Ex-Big Brother, Faleceu na Inglaterra

Patrick Wilson tem 33 anos, é Professor de Ciências Tecnológicas na PUC /SP.
Fascinado por tecnologia, futebol e tudo o que acontece no dia-a-dia e que valha ser compartilhado na Web.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar!
Digite seu nome!